A importância da cozinha na educação alimentar das crianças

21 de setembro

A importância da cozinha na educação alimentar das crianças

Quando a gente se torna pai ou mãe, um dos nossos grandes desejos é que nossos filhos cresçam fortes e sadios. E para ajudar nesse processo, uma alimentação balanceada é extremamente importante. Certificar-se que nossos pequenos consumam frutas, verduras e alimentos não-industrializados é um jeito de prezar pela saúde deles e incentivar hábitos de vida mais saudáveis.

É por isso que a educação alimentar enquanto os filhos ainda são crianças é tão importante. Afinal, é durante esse período que são criados os costumes que irão durar para o resto da vida. Pensando nisso, reunimos aqui algumas dicas que vão te ajudar a formar hábitos saudáveis de alimentação nos seus filhos.

 

1. Dar o exemplo é o primeiro passo

 

Não adianta querer que seu filho consuma um prato repleto de verduras e frutas se você não der o exemplo. Lembre-se sempre que as crianças aprendem muito mais observando os pais do que ouvindo as suas recomendações. Se você quiser que seu filho se alimente de maneira saudável, comece mudando os seus hábitos. Claro que a gente entende que o dia a dia corrido acaba fazendo com que muitas famílias apelem para as comidas congeladas ou delivery, mas para que os seus filhos criem bons hábitos, a mudança deve que começar pelos pais. Não adianta querer que as crianças encham o prato de brócolis se você mesmo faz cara feia para verduras e legumes.

 

2. Coma com os seus filhos

 

Uma coisa que acabou se perdendo com a rotina atribulada é o hábito de sentar-se à mesa para comer com a toda a família. Boa parte das famílias hoje em dia acaba comendo em horários diferentes e, muitas vezes, em frente da TV.

Mas, se você quer que seus filhos criem o hábito de comer bem e entendam que a comida é também um modo de unir as pessoas, um bom jeito de começar é se juntando na hora das refeições. Por mais que pareça difícil no começo, é perfeitamente possível se organizar para almoçar e jantar em volta da mesa com as crianças. Além de unir a família, comer com os filhos é um modo de dar bons exemplos alimentares.

 

3. Comida de verdade, sempre

 

No que diz respeito à alimentação saudável, vale a máxima: comida de verdade é sempre melhor do que comida industrializada. Então, se você quer que seus filhos se tornem pessoas com bons hábitos alimentares, saudáveis e fortes, o melhor a se fazer é estimulá-los a comer sempre comida fresca em vez daquilo que vem do saquinho, da caixa, da lata. Mesmo na hora de comer um doce como um bolo de chocolate, ou um biscoito, a versão feita em casa é muito melhor do que a versão vendida nos supermercados. Afinal de contas, quando você mesmo cozinha, você consegue dosar o quanto de açúcar, farinha e óleo está sendo usado no preparo.

 

4. Estimule as crianças a cozinhar

 

Uma coisa é certa: crianças ficam muito mais abertas a provar coisas novas quando participam do processo de cozinhar aquele alimento. Então, um bom modo de estimular hábitos saudáveis nos seus filhos é cozinhar com eles. Traga as crianças para a cozinha e peça para elas realizarem tarefas simples como misturar ou temperar uma receita. Quando os pequenos estão inseridos no processo, eles ficam muito mais à vontade para provar e experimentar coisas novas. Além disso, cozinhar com as crianças faz com que elas se tornem mais predispostas a serem pessoas que cozinham o próprio alimento no futuro.